Fechar [X]

Escola Web de Espiritismo


Prezado amigo, a Revista Auta de Souza disponibiliza a você cursos doutrinários através da Escola Web de Espiritismo.

Participe!

Veja abaixo os livros e seus respectivos cursos gratuitos:

Adquira o livro, envie a imagem da folha de rosto da obra que deseja fazer o curso com seu nome completo, CPF, cidade/estado, email para o seguinte endereço eletrônico:

eadautadesouza@gmail.com

Em seguida lhe enviaremos login e senha para que possa participar do curso escolhido.

Venha estudar conosco!

Assine agora

Receba nossas novidades em seu email
Mande sua pergunta. Adoraríamos ouvir você.
Digite o resultado da soma:
5+2=
Estudando o Evangelho » Maria, A Santíssima

Maria, A Santíssima

Disponível em: Português
MARIA, A SANTÍSSIMA
 
 Mãe de todos nós, Advogada da Humanidade, Nossa Senhora, Maria Santíssima; esses são alguns dos títulos utilizados para designar a figura histórica que foi a mãe de Jesus, o Cristo Divino. Mas, o que verdadeiramente representa esse Espírito para os homens? Qual seu papel na história da Humanidade? 
Nascida em Nazaré, Maria tinha aproximadamente 15 anos quando foi arranjado, conforme os costumes da época, seu casamento com José, o carpinteiro. Dizem os Evangelhos, que ela teve a visão de um anjo que declarou que ela seria mãe de uma criança divina, e que isso se daria sem que ela conhecesse homem. Maria atendeu humildemente às determinações do mais Alto, sem embargo das represálias que poderiam advir do fato dela ser jovem mãe de um filho que não era de seu marido. 
José também recebeu a visita dos Espíritos superiores, que lhe solicitaram, em sonho, não repudiasse sua mulher, já que a gravidez e o nascimento eram da vontade de Deus. Compreendendo os fatos excepcionais e confiando em sua companheira, José aceitou a situação e acolheu a gravidez da esposa como sendo dádiva do Alto. Se deu então a chegada do Messias, durante um grande recenseamento promovido pelos romanos. Jesus foi acolhido em um lar, cuidadosamente velado por uma mulher extraordinária. 
Como mãe, Maria foi amorosa e cuidadosa, tomando conta do pequeno Jesus, conduzindo-o, educando-o e velando por ele. Note-se que o Cristo não teria necessidade de nenhum desses cuidados, tendo em vista a sua elevada evolução espiritual, mas assim se deu para que a pequena família terrestre da qual fez parte fosse um exemplo para todas as famílias da Terra.  Maria fugiu com José e Jesus para o Egito, quando foram ameaçados por Herodes. Maria se afligiu quando Jesus desapareceu por algumas horas, durante uma grande festa popular, para depois ser encontrado conversando com os doutores no templo. Maria viveu a dor maior de um coração de mãe, ao acompanhar o suplício e a crucificação do Mestre. 
Fazia parte de suas tarefas não apenas a estrutura familiar fornecida a Jesus no seu período de pré messianato, mas também, ainda nas palavras de Áureo, o suporte fluídico de que o Mestre necessitava para aparecer como vivente entre os homens. O Cristo, possuindo um corpo fluídico, utilizou, para se fazer visível, de elementos retirados da natureza, mais especificamente dos vinhedos e trigais. Utilizava-se também de uma base fluídica, ectoplasmática, fornecida por Maria. Ela atuava como médium de materialização para Jesus. Dessa forma todos os sofrimentos e dores que se abateram sobre o Messias se refletiram diretamente nela. Pode-se imaginar a importância e complexidade dessa tarefa aceita alegremente pela Santíssima. 
Após a crucificação, Maria continuou com os cristãos. Estabeleceu-se em Éfeso, junto a João Evangelista e sua casinha no monte era conhecida como “A Casa da Santíssima”. Era ali que ela recebia os necessitados e dava-lhes pão, agasalho e conforto, cumprindo seu papel de mãe de todos os homens. Maria auxiliou Lucas a escrever seu evangelho, e, quando da martirização dos primeiros cristãos, foi ela, desencarnada, que sugeriu às mulheres que cantassem ao entrar na arena para mostrar à posteridade a alegria do sacrifício pelo Cristo. 
Nada do que foi dito pode nos dar uma ideia completa da importância de Maria de Nazaré para os homens. Por isso citaremos Áureo, em sua grande obra, Universo e Vida: 
 
"Mas o amor sublime de excelsos Espíritos de Sírius não abandonou os antigos companheiros, e foi de lá, daquele orbe santificado, que vieram, desde os primórdios da Terra, para auxiliar voluntariamente ao Cristo Jesus, aqueles seres extraordinários que cercaram, no mundo, o Messias, como Ana e Simeão, Isabel e Zacarias, e principalmente o Carpinteiro José e a Santa Mãe Maria.
[...]São Espíritos sublimes, de imensa superioridade evolutiva, que só encarnam na Terra em raras e altíssimas missões, de singularíssima importância para a evolução da Humanidade. O maior desses Espíritos foi a Mãe Maria de Nazaré, a Virgem Excelsa, Rainha dos Anjos, cuja presença material, na Crosta Terráquea, foi indispensável para a materialização do Messias Divino entre os homens. Coube a ela fornecer ao Mestre a base ectoplasmática necessária à sua tangibilização, servindo ainda de ponto de referência e de equilíbrio de todos os processos espirituais, eletromagnéticos e quimio-físicos que possibilitaram, neste orbe, a Presença Crística. Tudo o que o Senhor Jesus sentiu, na sua jornada messiânica, repercutiu diretamente nela, na Santa das Santas, na Augusta Senhora do Mundo. Estrela Divina do Universo das Grandes Almas, também ela teve de peregrinar do paraíso excelso de sua felicidade para o nosso vale de lágrimas, a fim de ajudar e servir a uma Humanidade paupérrima de espiritualidade, da qual se fez, para sempre, a Grande Mãe, a Grande Advogada”. (Áureo, Universo e Vida, 2.ed., p. 13 e 59). 
 
Ave Maria, cheia de graça, rogai por nós vossos filhos pecadores. Hoje e sempre. Que assim seja!
 
 
 
Bibliografia: 
 
Bíblia Sagrada, Trad. João Ferreira de Almeida 
Boa Nova, Humberto de Campos, psicografia de Francisco C. Xavier 
Universo e Vida, Áureo, psicografia de Hernanni T. Santanna 

Links

» Home » Editora Auta de Souza » Escola Web » Fale Conosco

Editorias

» Galera Jovem » Missionários do Bem » Como Fazer na Casa Espírita » Atualidades » Cantinho da Criança » Espaço do Evangelizador » Os Espíritos Respondem

Artigos

» Ciência e Espiritismo » Educação e Espiritismo » Esperanto » Estudando o Evangelho » Mediunidade » Universo e Vida » Français » English » Español

Diversos

» Criança em Cena » Histórias da Vovó » Espiritismo em Esperanto » Espiritismo em Inglês » Aprenda a tocar

Seções

» Auta de Souza » Concafras » Chico Xavier » Conheça o Espiritismo
Copyright © Revista Auta de Souza - Todos os direitos reservados