×
SESC

04 Set 2017 22h55

Ação da Água Fluidificada

 

“[…] Ora, desde que ele pode operar uma modificação nas propriedades da água, pode também produzir um fenômeno análogo com os fluidos do organismo, donde o efeito curativo da ação magnética, convenientemente dirigida.” (Allan Kardec, O livro do médium, ítem 131)

 
Absorve e conduz a bioenergia
“A água, em face da sua constituição molecular, é elemento que absorve e conduz a bioenergia que lhe é ministrada. Quando magnetizada e ingerida, produz efeitos orgânicos compatíveis com o fluido de que se faz portadora.”
Manuel P. de Miranda, Loucura e obsessão, Cap 3)
“De todos os corpos da Natureza, a água é o que mais completamente recebe o fluido magnético, e o recebe de maneira a chegar facilmente ao estado de saturação.” (Michaelus, Magnetismo espiritual, cap XV, p.136)
 
Age diretamente sobre os órgãos afetados
“É sobretudo nas doenças internas que a água magnetizada age de uma maneira espantosa; ela transporta diretamente o magnetismo aos órgãos afetados. Dai um vaso d’água magnetizada a um paciente que tem, por exemplo, uma dor lateral; alguns momentos após que a tiver bebido parecerá que essa água desce à sede do mal.” (Deleuze, Instruction pratique suor le magnétisme animal, 1825, p.74)
 
Acelera a cura
“Vi água magnetizada produzir efeitos tão maravilhosos que temi estar em ilusão e só pude neles crer após muitas experiências. Em geral os magnetizadores não fazem dela muito uso. Eles se poupariam de muita fadiga, dispensariam seus pacientes de muitos remédios, acelerariam a cura se atribuíssem a esse meio toda confiança que merece.” (Deleuze, nstruction pratique suor le magnétisme animal, 1825, p.73)
 
Não há contra indicação
“ A água magnetizada tem a vantagem de não fazer mal, ser introduzida facilmente e os enfermos a bebem com prazer.”
(Deleuze, Histoire critrique do magnétisme animal, 1813, p.119-120)
 
Recomendado sempre fazer uso
“Eu disse que o magnetizador pode acumular o fluido magnético nos corpos que toca; é certo que diversos corpos se impregnam dele mais ou menos. aquele que mais se impregna dele é a água; e é necessário sempre fazer com que os doentes que são tratados pelo magnetismo bebam a água magnetizada.”  (Deleuze, Histoire critrique do magnétisme animal, 1813, p.120)
 
“Recomendamos com muita ênfase a água magnetizada para os pacientes que se fazem tratar pela magnetização.” (Millet, Cour de megnétisme animal en douze leçons, 1858, p.8)
 
Para fluidificação das águas 

Não existem condições especiais
Existem condições especiais para que os Espíritos amigos possam fluidificar a água pura, como sejam as presenças de médiuns curadores, reuniões de vários elementos,etc,etc?

 A caridade não pode atender a situações especializadas. A presença de médiuns curadores, bem como as reuniões especiais, de modo algum podem constituir o preço do benefício aos doentes, porquanto os recursos dos guias espirituais, nessa esfera de ação, podem independer do concurso medianímico,considerando o problema dos méritos individuais. (Emmanuel, O consolador, perg. 104)

Pode ser em benefício coletivo ou particular

 No tratamento ministrado pelos Espíritos amigos, a água fluidificada, para um doente, terá o mesmo efeito em outro enfermo?

A água pode ser fluidificada, de modo geral, em benefício de todos; todavia, pode sê-lo em caráter particular para determinado enfermo, e, neste caso, é conveniente que o uso seja pessoal e exclusivo. (Emmanuel, O consolador, perg. 103)

Não é necessário destampar as garrafas

“Nenhum corpo lhe opõe (ao fluido) obstáculo; ele os penetra e atravessa todos. Até agora nenhum se conhece que seja capaz de o isolar.” (Allan Kardec, Obras póstumas, 1a parte, p.122)



Caso: A fluidificação das águas por imposição de mãos
Livro: Nos domínios da Mediunidade, Cap 12;
Autor: André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier;
Local: Grupo Espírita na Terra;
Personagens desencarnados: Clementino, Orientador Espiritual do Grupo Espírita; Áulus, Instrutor da equipe; Hilário e André Luiz, aprendizes;
Atividades: Reunião de atendimento espiritual em grupo espirita na crosta terrestre.

"Pequeno cântaro de vidro, com água pura, foi trazido à mesa.

 E porque Hilário perguntasse se iríamos as­sistir a alguma cerimônia especial, o Assistente explicou, afável:

— Não, nada disso. A água potável destina-se a ser fluidificada. O líquido simples receberá recursos magnéticos de subido valor para o equilíbrio psicofísico dos circunstantes.

Com efeito, mal acabávamos de ouvir o apon­tamento, Clementino se abeirou do vaso e, de pen­samento em prece, aos poucos se nos revelou co­roado de luz.

Daí a instantes, de sua destra espalmada sobre o jarro, partículas radiosas eram projetadas sobre o líquido cristalino que as absorvia de maneira total.

— Por intermédio da água fluidificada — con­tinuou Aulus —, precioso esforço de medicação pode ser levado a efeito. Há lesões e deficiências no veículo espiritual a se estamparem no corpo físico, que somente a intervenção magnética con­segue aliviar, até que os interessados se disponham à própria cura.”(p. 123-124)