×
SESC

15 Set 2017 10h01

Síndrome do Pânico?

O medo disseminou-se e em consequência a “Síndrome do pânico”. O que está acontecendo com o indivíduo e com a sociedade?

A alucinação generalizada certamente aumenta o medo nos temperamentos frágeis, nas constituições emocionais de pouca resistência, de começo, no indivíduo, depois, na sociedade.
Esta é uma sociedade amedrontada.
O medo é fator dissolvente na organização psíquica do homem, predispondo-o por somatização a enfermidades diversas que aguardam correta diagnose e específica terapêutica.
À medida que a consciência se expande e o indivíduo se abriga na fé religiosa racional, na certeza de sua imortalidade, ele se liberta, se agiganta, recupera a identidade e humoniza-se definitivamente, vencendo o medo e os seus sequazes sejam de ontem ou de agora.
(Joanna de Ângelis. O homem integral. Psicografia de Divaldo Pereira Fraco. Leal Editora. cap.4)