×
SESC

16 Set 2017 11h07

A mais linda Mãe

Autora: Nísia Anália e Laura Ferreira
Personagens: Narrador, Taís, Carlos, Neibe, Sr. José, D. Marli, D. Joana, D. Elisângela, Mãe.


(Ao som de uma música bem alegre entra o narrador)



Narrador: (Após cumprimentar as crianças). Que dia lindo! Por que será? Alguém sabe? (Aguarda a resposta). Isso mesmo. Por que hoje é dia das mães! Mãe é uma pessoa muito especial... Ela é a grande colaboradora para o nosso nascimento aqui na Terra. Devemos amar e respeitar muito a nossa mãe, tentando sempre ajudá-la e respeitá-la todos os dias, não apenas em seu dia. E por falar em mãe, preciso dar um grande abraço na minha, depois eu volto, está bem?



(Sai de cena e entra uma menina chorando)



Taís - (Apenas chora. Olha para o público, faz que vai parar e começa a chorar novamente) (Após alguns minutos, entra Carlos)

Carlos - (Cantarolando. Ao ver a menina cumprimenta-a) - Olá menina, quem é você?

Taís - (Olha para ele e apenas chora)

Carlos - O que foi com você? Por que está chorando?

Taís - (Continua chorando)

Carlos - Se você não parar de chorar e me explicar o que está acontecendo não poderei te ajudar...

Taís - (Tentanto parar de chorar) - Me... me ajudar?

Carlos - Sim, eu quero te ajudar.



(Nesse momento, entra outra menina, a Neibe)



Neibe - Olá Carlos, tudo bem?

Carlos - Comigo tudo bem, Mas...

Neibe - Apresente-me sua amiguinha.

Carlos - Estou esperando ela se apresentar para mim.

Neibe - Como assim?

Carlos - Quando cheguei aqui a encontrei chorando. Quero ajudá-la, mas ainda não disse o motivo pelo qual está chorando.

Taís - Eu... eu vou falar. Meu nome é Taís, saí para passear com minha mãe, as ruas estavam muito movimentadas, aí eu me perdi da mamãe! Agora não consigo encontrá-la. (começa a chorar) - Eu quero a minha mãe!

Neibe - Calma, calma! Nós vamos ajudá-la. Explique, como é sua mãe?

Taís - (toda vaidosa) - Minha mãe? Minha mãe! Bem, minha mãe é a mulher mais linda do mundo!

Carlos - Mais linda do mundo? Olha Taís, tudo bem que ela seja linda, mas... como ela é?

Taís - Eu já disse, é a mulher mais linda do mundo.



(Nesse momento, entra uma mulher bem bonita, apenas observando o local)



Neibe - Olhe ali Taís, é aquela mulher?

Taís - (Olhando)- Não, não! Minha mãe é mais bonita ainda.

Carlos - Mais bonita? Então ela é uma artista de televisão?

Taís - Ela é mais bonita de que todas as artistas de televisão.

Neibe e Carlos - (admirados)- Hum!!

Carlos - Já sei! Vamos falar com o Sr. José, ele é guarda aqui desta praça, conhece muita gente. Quem sabe poderá nos ajudar.

Neibe - Vamos lá!



(Saem de cena. A seguir entra o Sr. José)



Sr. José - (conversando com as plantas)- Olá minhas plantinhas, vim trazer água para vocês. Sabem que hoje é o dia das mães? A minha já está no Plano Espiritual. Sinto tanta saudade! Mas eu sei que ela continua viva, por isso oro por ela todos os dias. (começa a cantar uma música sobre mãe, enquanto agoa as plantas. Ao final da música entra Taís, Neibe e Carlos)

Carlos e Neibe - Olá Sr. José, como está o senhor?

Sr. José - Oi meus filhos, que alegria vê-los. (vê Taís)- Quem é esta garotinha linda?

Neibe - O nome dela é Taís.

Sr. José - Muito prazer Taís, tudo bem com você?

Taís - Bem... bem... mais ou menos.

Sr. José - Mais ou menos? Por que?

Carlos - Sr. José, a Taís se perdeu de sua mãe e agora não consegue encontrá-la. Pensamos que o senhor poderia nos ajudar.

Sr. José - Claro que posso! Como é a sua mãe garotinha?

Taís - Minha mãe é a mais linda do mundo!

Sr. José - É? Que legal! Mas agora me explique: ela é loira, morena, alta... como ela é?

Taís - Eu não sei explicar!

Sr. José - Bem fique calma. Vou chamar algumas mães aqui para você ver se é uma delas, está bem?

Taís - Está bem.

Sr. José - Dona Marli, Dona Marli! (entra dona Marli toda elegante)

D. Marli - Olá! Sou uma mãe muito rica, tenho tudo que uma filha pode querer.

Taís - Não, não é ela.

D. Marli - Se você quiser poderei ser sua mãe!

Taís - Obrigada, mas eu quero a minha.

Sr. José - Obrigada, D. Marli. (Ela sai de cena). Vou chamar outra mãe. D. Joana, D. Joana...



(entra D. Joana)



D. Joana - Oi, tudo bem? Sabe eu sou uma mãe muito inteligente, sei tudo o que está acontecendo no mundo!

Taís - Não é ela. Minha mãe é mais inteligente ainda. Ela sabe o que acontece no mundo do coração.



(D. Joana sai de cena)



Sr. José – Bom, se a sua mãe é a mais bonita, acho que já sei quem é ela. Vai ver que é a D. Elisângela.

Carlos e Neibe - (aliviados)- É mesmo!

Narrador: (Ao fundo)- Será que agora a Taís vai encontrar a sua mãe? Vamos ver!

Sr. José - Vou chamá-la. D. Elisângela, D. Elisângela!



(Entra D. Elisângela, toda charmosa)



D. Elisângela - Olá, alguém me chamou?



(Cria-se um clima de suspense no ar! Todos se olham. Taís começa a se aproximar de D. Elisângela. De repente, vira-se para o Sr. José e fala)



Taís - Não, não é ela!

Sr. José - Então menina, eu desisto. Não sei quem é sua mãe... (Os dois se abraçam)



(Nesse momento entra uma mulher, de aspecto bem simples, chorando e falando)



Mulher - (Chorando)- Onde será que está o meu tesouro? A filha mais linda do mundo?



(Ao ouvir esta fala, Taís vira, vê a mulher e grita)



Taís - Mamãe! Mamãe!

Mulher - Minha filha! Minha filhinha!



(As duas se abraçam felizes e permanecem assim, enquanto os outros personagens falam)



Carlos - Mãe, a mulher mais linda para cada filho!

Neibe - Mesmo que essa beleza não seja a beleza do corpo, do rosto, do cabelo...

Sr. José - Toda mãe possui a beleza mais preciosa e importante: a beleza do coração!

Os três - E hoje, quando nos reunimos para comemorar o dia das mães, queremos desejar a todas vocês: muita paz, carinho e alegria.

Mulher e Taís - (Aproximando)- E que Maria de Nazaré, com seu coração amoroso de Mãe, as protejam sempre!

Todos - FELIZ DIA DAS MÃES!